Da serra do Gerês às terras de Lanhoso

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2015

Depois da abertura na cidade do Porto os 17 participantes acompanhados por uma equipa de staff rumaram à Serra do Gerês. Uma noite descansada foi a premissa para o começo do segundo dia que começou com um hike entre o Gerês e São Bento da Porta Aberta.

A equipa de comunicação do Rover Ibérico foi encontrar os caminheiros e rutas em pleno hike perto de São Bento da Porta Aberta. Num dia de muito sol os participantes já estavam a rasgar as montanhas do Gerês desde as 9h00 da manhã. Caminhavam motivados com o intuito de alcançar o último ponto porque lhes tinham prometido um mergulho nas lagoas.

O esforço era visível na cara dos participantes mas o sentimento de conquista era, sem qualquer margem de dúvida, superior. “Eu acho que a atividade até agora não teve um único ponto baixo. Temos sido imensamente mimados e comido muito bem. Está a ser tudo altamente, os caminhos são espetaculares”, destacou João Lourenço, Agr. 95 Maia.

O Gerês foi o palco escolhido para o Desafio e para muitos este ainda é um local desconhecido. “O facto de conhecer mal o Gerês foi um dos objetivos que me trouxe aqui”, explicou João Lourenço.

Relativamente à dificuldade do percurso João Lourenço reforçou que os obstáculos eram passíveis de serem superados porque a boa disposição impera e, claro está, não há melhor motivador num hike do que um bom ambiente entre caminheiros. “Não tem sido muito difícil porque estamos todos motivados. Não está cá ninguém do meu agrupamento, vim sozinho para aqui, mas desde ontem que começámos com as guitarradas e hoje já parece que nos conhecemos há muito tempo”, enfatizou João Lourenço.