Faz Ystória

Quinta-feira, 06 de Agosto de 2015

O Desafio “Faz Ystória” gira em torno das escavações arqueológicas que revelaram a existência de Balneários Romanos no concelho de Meda na região vitivinícola do Douro. Para fazer história o Desafio conta com 18 caminheiros de Portugal e Espanha apoiados por cinco dirigentes do CNE e dois do Movimiento Scout Católico (MSC).

Depois da abertura na cidade do Porto os participantes arrancaram rumo a Meda e durante a viagem em conjunto com participantes de outros desafios jogaram aos “Quanto Queres?” ou “Cocas”, como se diz no norte de Portugal. Neste Quanto Queres?” poderia sair uma de três perguntas a que o caminheiro/ruta teria que responder. E as perguntas foram – Quais são as tuas expectativas? – O significado do teu boneco da LEGO? – Como te descreves numa palavra? Esta dinâmica foi uma excelente oportunidade para os caminheiros se conhecerem melhor uns aos outros.

Chegados ao parque de campismo em Meda os participantes realizaram uma dinâmica em que cada um era uma peça de lego e em tribo tinham que formar uma construção de LEGO humana, havendo uma troca de lenços entre os participantes para representar o bocadinho que cada um dá de si aos outros.

Nos próximos dias os participantes do desafio Faz Ystória vão andar pelas terras e vinhas do concelho de Meda a conhecer um pouco mais a história destas terras e a aprenderem mais sobre arqueologia, com a visita a campos arqueológicos e observação de trabalhos de campo nesta área. A arqueologia foi, para alguns participantes, um fator decisivo na escolha do Desafio. “Escolhi este desafio porque quero conhecer mais sobre a arqueologia em Portugal e perceber como se trabalha nesta área. Espero também conhecer diferentes realidades escutistas devido ao intercâmbio com os rutas”, explicou Ana Fonseca, Agr. 10 Cedofeita – Região do Porto.

O intercâmbio cultural e a troca de experiências foram fatores salientados pelos participantes. “Estou com muita expectativa porque em Espanha o nosso movimento não é tão grande e dinâmico como o vosso e quero conhecer e perceber como vocês funcionam. Até ao momento tenho gostado muito, principalmente da vossa gastronomia”, sublinhou Pablo Pasoal, Grupo de Scouts de Barecea – Pamplona.